terça-feira, 10 de março de 2009

Reviravolta!

Nunca imaginei que mais coisas escondidas existia na minha própria família (digo eu, meu pai e minha mãe).
Assim como nunca imaginei que iria mudar de opinião tão rápido, de uma hora pra outra.
Eu tenho medo de criar uma raiva permanente... morro de medo disso, mas acho que isso vai acontecer!
E nesse momento... sinto raiva... assim como também me sinto MUITO mal, por saber que eu tive uns quinze anos da minha vida pra aproveitar meu tempo melhor com alguém que realmente queria o meu bem, e por eu ser muito idiota e confiar muito nos outros, me deixei levar... e entrei que nem um patinho...
E agora já sei que não terei muito tempo pra estar mais perto.... queria ter passado mais tempo junto...
E que, a minha raiva de infância/adolescência era totalmente equivocada e errada. Eu achando que eu sentia raiva de uma coisa, mas não era, não mesmo!
Inferno será daqui dez dias... tô fudida!!!

Pensando em: Sofia - Armadilha de Satanás

domingo, 1 de março de 2009

Palavras ao vento

Tem coisas que nem eu deveria saber
E como já descobri sem querer
É melhor que ninguém saiba
Nem mesmo o mais profundo ser que possa existir dentro de mim
Vai saber se eu vou conseguir né?
E quando soltar
Nada mais sairá do que ar
Existe algo dentro?
Ou só são coisas da minha imaginação?
Pra imaginar sou fértil
Até demais!
Descobri sem querer
Que uma pessoa conhecida morreu repentinamente
Fiquei apenas assustada com isso
Logo porque a pessoa era simplesmente saudável
E foi farrear por aí
Mesmo na maior segurança do mundo
Se ferrou!
Foi roubado e levou um tiro
De graça
Sem motivo algum
Só troquei palavras com essa pessoa uma vez
Mas foi uma sensação estranha saber dessa notícia pela tv
Enfim
O que isso tem a ver comigo?
Deveria me importar
Mas
No momento
Nada me atingue
Nada me comove
Nada me mexe
Nada me muda
Nada me cutuca
E sem querer
Falaram zumbi pra mim com o mesmo significado que eu uso
Isso foi outra coisa bem estranha
Mas
A minha opinião no momento não vale nada
Nada meu vale
E lá vou eu me fazendo de coitada novamente
Por que não me deixo sofrer sozinha?
Sempre compatilhando essas merdas com os outros
Levo a vida do jeito que quero
Faço o que quero
Como eu quero
De que mais reclamo?
O que me falta?
Ainda no vazio?
Não tem nada lá fora pra você
Nada lá fora vai preencher o vazio que eu tanto reclamo
Afinal
Reclamo do quê?
Palavras ao vento
Vida ao vento
Tudo ao vento
Nada ao vento
Procuro o nada????
É tudo vento
É tudo ar
É tudo um nada
Que nem eu
Ou me deixo assim
Confortável ser nada
Só confortável

Inútil
Post inútil
Se eu ficar quieta
Você fica?

Ouvindo: Toshihiko Sahashi - Tema II