domingo, 18 de outubro de 2009

Quero ir logo pra casa!!!!

Afogar as minhas mágoas em um belo travesseiro, cheirando a novo...
Tirar todas as minhas buguigangas empacotadas e endireitá-las em seus cantinhos...
Deitar na minha cama e poder pensar no que quiser, sonhar o que desejo, me iludir com o que posso (e com o que não posso também)...
Acho que tô precisando de um colo...
E mimos...
Só isso já me bastaria no momento...

sábado, 17 de outubro de 2009

Tô mal...

... ao ponto de voltar a me incomodar em ver casalzinhos se beijando e parecendo felizes estando ao lado da pessoa amada.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Inspiração ao BuddyPoke de 12 de outubro

Choras por que?
Choras por que, meu pequeno anjinho?
Desnudada de malícias...
Cheio de amor pra dar...
Mas não sabe pra quem dar...
Não sabe ou não tem.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Conclusões

1) Acho que, desde que eu me conheça por gente, deveria ter guardado todas as minhas raivas, tristezas, mágoas, sofrimentos, alegrias, felicidades, divertimentos para mim mesma.

2) Eu TENHO QUE PARAR de esperar que os outros me entendam, principalmente alguém que, quem sabe, dividirá a vida comigo (se é que um dia, esse dia chegue).

3) Eu PRECISO dormir agora pra ter pelo menos duas horas de sono.

Admita!

Sou uma decepção na vida de qualquer pessoa.

Par perfeito:

... a sinceridade ... (que nunca aprendo em obtê-lo)

domingo, 11 de outubro de 2009

Decepcionante

Como alguém pode gostar de alguém que se decepciona consigo mesma?
Por que tenho tanta dificuldade de me relacionar com qualquer pessoa?
Eu não sei se seria melhor ser como eu sou (um ser deprimente e que só sabe falar das coisas ruins da vida e de tudo), ou ser aquelas pessoas que vêem alegria em tudo, e nem se lembram de suas mágoas ou tristezas.

Hoje... excepcionalmente hoje... me sinto completamente só... tão só de não ter nem forças pra falar as coisas que penso, as besteiras que passam na minha cabeça.
Tudo me vem.... mas nada é externado.

Um assunto nada ver agora...
Depois de quase duas semanas direto sem poder dormir até mais tarde, tive o prazer (ou o azar) de dormir até mais tarde hoje... porém, acordei tão quebrada, mas tão quebrada que, sinceramente, não sei de onde vieram essas dores. Não carreguei peso nenhum, só trabalhei e depois sai, mas nada tão exaustivo demais. Sei lá... acho que tô precisando seriamente de um bom banho de sal grosso.

Queria mesmo era ir pra minha real casa, pra conversar e desabafar com as paredes que tem ouvidos mas não me enxergam, da qual não faço isso há dois meses... e isso já está me sufocando um pouco.

Por que sou tão dependente dos outros? Juro que não queria ser assim!

Ouvindo: Portishead - Glory Box